Povoa.

Entre a desgrama que o amor provoca
E a tristeza que se desloca
Desloca do centro
e se coloca no acento.
Ali povoa o tesão.
Me sento.
Me coloco diante de tu, nua.
Gemidos são sentidos.
Problemas esquecidos.
Só sinto teu gozo, me gozo.
Me esforço, te sinto.
Me pinto, me bordo, me desgraço.
Me engraço, disfarço, te engulo.
Escrúpulo.
Pulo, subo, desço.
Me envaideço, te engrandeço.
e esqueço.

Lá, bem dentro, onde o amor devora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s